• Complexo dos Estivadores contrata enfermeiros e técnicos para atuar em UTIs de Covid-19



    Contratação tem caráter emergencial e é por tempo determinado. Hospital dos Estivadores está contratando enfermeiros e técnicos de enfermagem Divulgação/Prefeitura de Santos O Complexo Hospitalar dos Estivadores de Santos, no litoral de São Paulo, está com 25 vagas abertas para enfermeiros (5) e técnicos de enfermagem (20) interessados em trabalhar na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com o novo coronavírus. É preciso ter experiência em UTI. A unidade, que é gerida de forma compartilhada pelo Instituto Social Hospital Alemão Oswaldo Cruz e Secretaria Municipal de Saúde, conta com 30 leitos de UTI Covid-19, além de 61 de clínica médica, totalizando 91 leitos voltados a pacientes com a doença. A contratação é em caráter emergencial e por tempo determinado. O salário para enfermeiro é R$ 3.922,69 e para técnico de enfermagem é R$ 2.862,68. Os interessados devem enviar currículo para [email protected], colocando a vaga de interesse no assunto do e-mail. Serão aceitos currículos até o preenchimento das vagas.
  • Polícia Civil realiza megaoperação para incinerar 4,7 toneladas de drogas em SP



    Material, apreendido durante ações policiais realizadas na Baixada Santista e no Vale do Ribeira foram destruídos em uma indústria localizada em Cajati. Drogas são incineradas em indústria de Cajati, SP Divulgação/Polícia Civil Equipes da Polícia Civil realizaram uma megaoperação para destruir 4,7 toneladas de drogas apreendidas em ações feitas nas regiões da Baixada Santista, no litoral de São Paulo, e no Vale do Ribeira, no interior do Estado. O material foi incinerado em uma indústria de Cajati. De acordo com o Departamento de Polícia Judiciária do Interior 6 (Deinter-6), a incineração aconteceu entre segunda (6) e terça-feira (7), e contou com um forte esquema de segurança para o transporte das drogas até a empresa, com o apoio de 60 policiais e 15 viaturas. Para a destruição do material, foi utilizado um forno de alta temperatura. O policiamento afirma que todo o procedimento é previsto na Lei Nº 11.343, a Lei Drogas, do Governo Federal. Na operação, foram incinerados 3.902,12 kg de maconha, 782,86 kg de cocaína e 18,34 kg de crack, totalizando 4.703,32 kg de entorpecentes. O Deinter-6 aponta, ainda, que todo o material apreendido é resultado de ações policiais realizadas nos últimos meses, nas cidades da Baixada Santista e do Vale do Ribeira, durante crimes em flagrante e em cumprimento de mandados de prisão ou de busca e apreensão. Drogas incineradas foram apreendidas durante operações na Baixada Santista e no Vale do Ribeira Divulgação/Polícia Civil
  • Justiça manda suspender obras do projeto de revitalização no Emissário Submarino, em Santos



    Caso não paralise as obras, município pode pagar multa diária de R$ 30 mil. Justiça manda paralisar obras do Parque Roberto Mário Santini Divulgação/Prefeitura de Santos O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) concedeu, na noite desta quarta-feira (8), uma tutela de urgência suspendendo as obras do projeto de revitalização do Parque Roberto Mário Santini, localizado no Emissário Submarino de Santos, no litoral de São Paulo. A decisão foi tomada após pedido do Ministério Público do Estado (MP-SP). A Prefeitura disse que irá recorrer da decisão. As obras do 'Novo Quebra-Mar' começaram nesta segunda-feira (6) e tinham prazo de entrega de 180 dias. O objetivo do projeto é implementar diversos serviços e atrações no local, como uma nova entrada e iluminação, pista de skate, quadra de basquete, restaurante e quiosques, oferecendo aos moradores e turistas uma nova experiência em um ponto estratégico após o fim da pandemia. O juiz Leonardo Grecco determinou a imediata paralisação da reforma, sob pena de multa diária no valor de R$ 30 mil. Além disso, suspendeu o termo firmado pela Prefeitura com a Valoriza Energia SPE LTDA, no qual a empresa se compromete a investir R$ 15 milhões para a recuperação do local, em troca da expectativa de direito de construir uma usina de processamento de lixo urbano no Morro das Neves, na Área Continental da Cidade. Segundo documento obtido pelo G1, a tutela de urgência ainda determina a suspensão da decisão da Comissão Municipal de Análise de Impacto de Vizinhança (COMAIV), que aprovou o Estudo Prévio de Impacto de Vizinhança referente à usina em questão. Emissário Submarino ganharia um novo monumento com a identidade de Santos Divulgação/Prefeitura de Santos O Ministério Público alega que as obras começaram sem que a empresa tivesse o 'direito adquirido em iniciar seu empreendimento' e que o estudo de impacto foi aprovado sem audiência pública prevista em lei, além de não ter contado com nenhuma participação social nas decisões e não atender aos princípios de direito ambiental. A administração municipal explicou que a Valoriza decidiu pagar integralmente pelo projeto Novo Quebra-Mar, mesmo correndo o risco de não ter o projeto privado aprovado no futuro. Sobre a audiência pública, o Município explica que não foi realizada 'por cautela em relação às medidas de isolamento impostas pela pandemia do novo coronavírus'. A Prefeitura ainda alegou que foi surpreendida pela ação civil, uma vez que havia sido notificada pelo Ministério Público na segunda-feira para prestar esclarecimentos em até 72 horas, mas que, antes do fim do prazo, tomou ciência do pedido de suspensão das obras. Por isso, pede para se pronunciar antes da Justiça conceder a tutela de urgência. O pedido foi negado pelo juiz, visto que as obras começaram mesmo após recomendação contrária do MP. Em nota, a Prefeitura de Santos informou ao G1 que ainda não foi formalmente notificada pela Justiça, mas, tão logo seja, cumprirá a limitar e adotará as medidas cabíveis para reverter a decisão. A administração ainda explicou que o pacote de intervenções foi autorizado pela Sabesp, Cetesb, Ibama e Secretaria de Patrimônio da União (SPU), passando por consulta pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (Condephaat). As obras na plataforma do Emissário Submarino e em parte do jardim da praia foram aprovadas pela Câmara Municipal. Pela primeira vez, um conjunto de intervenções neste local foi submetido à apreciação do Legislativo. Prefeitura irá recorrer sobre a paralisação das obras no Parque Roberto Mário Santini Divulgação/Prefeitura de Santos
  • Homem é preso por vender e cultivar maconha dentro de casa em Itanhaém, SP



    Ele é suspeito de abastecer pontos de tráfico da região com a droga. Polícia Civil investigava homem sob suspeita de abastecer pontos de tráfico da região com droga cultivada dentro de casa em Itanhaém. Divulgação/Polícia Civil Um homem de 42 anos foi preso após policiais encontrarem uma plantação de maconha na residência dele em Itanhaém, no litoral de São Paulo. Ele era investigado por abastecer pontos de tráfico na cidade vizinha Mongaguá. De acordo com as informações divulgadas pela Polícia Civil, as investigações apontavam que o suspeito seria responsável por abastecer os pontos de venda de drogas na região do bairro Agenor de Campos, em Mongaguá, com a maconha que cultivava e armazenava dentro de casa. Com mandado de busca e apreensão, os policiais se dirigiram até a residência do suspeito, no bairro Jardim Santa Júlia, em Itanhaém, onde foram recebidos pela cunhada do homem investigado. Ela permitiu a entrada da equipe e, durante as buscas, foram localizados cinco tabletes de maconha e dois potes com a droga, dentro do microondas e do armário da cozinha. Segundo a Polícia, ainda foram apreendidos cinco relógios, um notebook, uma faca e uma balança. Os objetos estavam sem nota fiscal e a procedência dos itens não foi esclarecida. Nos fundos do imóvel, os policiais encontraram 12 vasos com pés de maconha. O suspeito compareceu à Delegacia Sede de Mongaguá acompanhado pelo advogado, assumindo a responsabilidade de todo material apreendido. Ele foi autuado em flagrante por tráfico de entorpecentes. Dentro da residência de suspeito, em Itanhaém, foram encontrados 12 pés de maconha. Divulgação/Polícia Civil
  • VÍDEOS: Bom Dia Região de quinta-feira, 9 de julho



    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias da Baixada Santista e do Vale do Ribeira. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias da Baixada Santista e do Vale do Ribeira.