• Incêndio de grandes proporções em morro de Santos mobiliza Corpo de Bombeiros e invade a madrugada



    Corporação atuou com 18 agentes e oito viaturas para controlar as chamas. Ninguém ficou ferido. Chamas consomem vegetação de morro em Santos Divulgação O fogo consumiu parte da vegetação de morro no bairro do Saboó, em Santos, no litoral de São Paulo. Ao menos 18 profissionais do Corpo de Bombeiros foram mobilizados para conter as chamas que começaram por volta da meia-noite desta quinta-feira (19) e foram controladas quase 4h depois. Segundo a corporação, ninguém ficou ferido. O incêndio chamou a atenção de quem passou pelas avenidas Martins Fontes e Getúlio Vargas, nos bairros Saboó e Valongo. Em entrevista ao jornalista Luiz Linna, da TV Tribuna, afiliada à Rede Globo, o tenente Pimentel, do Corpo de Bombeiros, informou que além dos 18 agentes, oito viaturas foram mobilizados para combater as chamas. "Recebemos o chamado, via 193, de fogo em mato e quando a equipe da primeira viatura chegou, se deparou com muito fogo, em uma área de vegetação muito extensa. O trabalho levou cerca de quatro horas, em uma área que foi desde a Sabesp [perto do Cemitério da Filosofia] até a Sancap [empresa do ramo de transportes]", disse Pimentel. O tenente do Corpo de Bombeiros reforça que ninguém ficou ferido e que não houve danos estruturais a imóveis que ficam no Saboó e em suas proximidades. "Felizmente, nenhuma vítima e nenhuma casa atingida. Era bastante fogo, mas graças a Deus conseguimos controlar", destacou Pimentel. VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos
  • Guarujá intensifica Operação Inverno e acolhe pessoas em situação de rua



    Durante a abordagem, são realizados serviços socioassistenciais e a acolhida ao albergue municipal. Operação inverno intensifica acolhimento às pessoas em situação de rua Divulgação Prefeitura Guarujá Por conta da frente fria que chegou à Baixada Santista, a prefeitura de Guarujá, no litoral de São Paulo, começou uma operação para intensificar as abordagens sociais às pessoas em situação de rua, oferecendo acolhimento no Albergue Municipal. De acordo com a administração municipal, a secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (Sedeas) ampliou a busca ativa com o intuito de oferecer acolhimento provisório. Mais duas equipes foram formadas para atuar todos os dias das 19h até meia-noite. “A abordagem social às pessoas em situação de rua tem a finalidade de assegurar atendimento especializado, com a garantia de direitos e fortalecimento de vínculos”, informou a prefeitura. Durante a abordagem são ofertados os serviços socioassistenciais e um lugar para ficar na Unidade de Acolhimento José Calherani, o Albergue Municipal, localizado na Rua Manoel Otero Rodrigues, 389, Jardim Boa Esperança, em Vicente de Carvalho. A população pode solicitar o Serviço de Abordagem Social pelo telefone (13) 3384-2756. O albergue oferece alimentação, vestuário, higienização e atendimento social, realizando o estudo de cada caso e procedendo com os encaminhamentos necessários, sejam eles para área da saúde, documentação, entre outros. VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos
  • Policlínica de Santos abre inscrições para grupo de dança voltado a idosos



    Atividades do 'Movimente-se' foram estão sendo retomadas aos poucos na rede de saúde do município. Policlínica em Santos abre inscrições em grupo de dança de idosos Arquivo/Marcelo Martins/Prefeitura de Santos A Policlínica Castelo, em Santos, no litoral de São Paulo, está com inscrições abertas para as atividades físicas do grupo 'Movimente-se com a Música e com a Dança', destinada a idosos. A unidade fica localizada na Rua Francisco de Barros Melo, 184. Segundo a prefeitura, é necessário levar RG, CPF e cartão SUS. Caso o interessado não tenha o cartão, este poderá ser feito na unidade de saúde. As atividades do 'Movimente-se' foram interrompidas em 2020 por conta da pandemia, mas estão sendo retomadas aos poucos na rede de saúde do município. A Policlínica da Ponta da Praia também deve retomar as atividades do grupo na próxima semana, segundo a coordenadora Ana Paula Marques. Na última semana, os servidores que atuam nas policlínicas de Santos foram capacitados para serem dirigentes dos grupos do 'Movimente-se'. Criado em 2008, o programa atende cerca de 350 pessoas em 17 policlínicas. A previsão, segundo Ana Paula, é ampliar o atendimento até junho. VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias
  • Câmeras de Santos auxiliam na prisão de três infratores em um único dia



    Criminosos tentavam furtar uma barra de portão, tubulação de ar-condicionado e o cofre do Santuário Santo Antônio do Valongo. Sistema observou um homem furtando uma barra de alumínio do portão de uma instituição de ensino superior. Divulgação/Prefeitura de Santos O sistema de monitoramento localizado no Centro de Controle Operacional (CCO) da Prefeitura de Santos, no litoral de São Paulo, auxiliou a Guarda Civil Municipal (GCM) a deter três homens, na última terça-feira (17). A primeira ocorrência aconteceu por volta da 1h, quando o sistema observou um homem furtando uma barra de alumínio do portão de uma instituição de ensino superior, localizada na Avenida Conselheiro Nébias, no bairro Vila Nova. Os guardas encontraram o homem na esquina da Rua da Constituição com a Rua Bittencourt. A barra de alumínio já estava dividida em quatro partes. O infrator foi encaminhado ao 1º Distrito Policial (DP) de Santos. Por volta das 4h, o CCO acionou a GCM para averiguar uma situação na Avenida Bernardino de Campos, no bairro Gonzaga. No local, a guarda flagrou o infrator no telhado de uma casa cortando as tubulações dos aparelhos de ar-condicionado. Ele foi detido e levado ao 7° DP. Suspeito estava no telhado da casa cortando as tubulações dos aparelhos de ar-condicionado. Divulgação/Prefeitura de Santos Tentativa de furto na Igreja Na manhã do mesmo dia, por volta das 10h30, a GCM foi notificada pelo CCO sobre um furto no Santuário Santo Antônio do Valongo. Um homem entrou na igreja e pegou um suporte de extintor de incêndio para arrombar o cofre, onde são guardadas as doações. O infrator foi contido por profissionais que trabalham na reforma do Santuário até a chegada dos guardas, que o conduziram ao 1º DP. VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos
  • 'Bituca' de cigarro provoca incêndio em 6 hectares de propriedade agrícola; dono do terreno é multado



    Proprietário da área conta que um funcionário atirou a 'bituca' em meio ao mato e, em seguida, surgiram as primeiras chamas. O caso aconteceu em Sete Barras, no Interior de São Paulo. Foram queimados seis hectares de mata agrícola Divulgação/Polícia Militar Ambiental Um homem foi multado por queimar uma área equivalente a seis hectares [60 mil metros quadrados] após atirar uma bituca de cigarro no chão. A brasa, em contato com o capim, incendiou a vegetação do terreno particular em Sete Barras, no interior de São Paulo. Uma equipe da Polícia Militar Ambiental realizava a Operação Huracán, de combate a queimadas e incêndios, quando observaram fumaça e foram conferir a situação. Assim que chegaram ao local, os policiais se depararam com a mata queimada e alguns pequenos focos de incêndio. O proprietário da área afirmou à equipe da PM Ambiental que as chamas começaram após um dos funcionários jogar uma “bituca” de cigarro no chão. O dono do terreno foi multado em R$ 6.070 por crime ambiental e por fazer uso de fogo em áreas agropastoris [de atividade agrícola] sem autorização. O terreno afetado tem 6,07 hectares. Multa ambiental de R$ 6.070 foi aplicada ao dono do terreno Divulgação/Polícia Ambiental VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos